Nenhum resultado foi encontrado.
Confira os termos da sua busca e tente novamente.


Abaixo, alguns dos itens mais buscados:

Ops! Parece que algo saiu errado.
Ocorreu um erro ao fazer a busca.
Por favor, tente novamente em alguns instantes.
Mais buscados

Integrante da Osesp desde: maio de 2019.

Natural de Brasília, no Distrito Federal, a soprano Valquíria Gomes formou-se em música pelo Centro de Formação Artística e Tecnológica (CEFART) da Fundação Clóvis Salgado, na classe do tenor Néstor Gurry. Graduou-se em canto lírico pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), onde estudou com Mônica Pedrosa e Mauro Chantal, e aperfeiçoou-se em ópera pela Escola Superior de Música Franz Liszt de Weimar, na Alemanha, sob orientação de Michael Gehrke.

No Brasil e na Alemanha, deu vida a importantes personagens de ópera, como Belinda de Dido e Enéas, de Henry Purcell, Melia de Apollo et Hyacinthus K. 38, de W. A. Mozart, Flaminia de Il Mondo della Luna, de Joseph Haydn, e as protagonistas Pamina de A Flauta Mágica K. 620, de Mozart, e Lauretta de Gianni Schicchi, de Giacomo Puccini. Em concertos sinfônicos, foi solista em apresentações do Réquiem em Ré Menor K. 626, de Mozart, e da Cantata BWV 202, de J. S. Bach, em Weimar, e do Second Sacred Concert, de Duke Ellington, com o Coral Lírico de Minas Gerais e a CEFART Big Band. Em 2023, foi solista na Cantata BWV 10 e no Magnificat BWV 243, de J. S. Bach, sob a regência de Masaaki Suzuki, um dos maiores especialistas no mundo na obra do mestre alemão.

Sua vasta experiência como coralista abrange apresentações, na Alemanha, com o Junges Stuttgarter Bach Ensemble (JBS Ensemble), a Chorakademie Lübeck, o Coro Sinfônico de Bamberg e a EuropaChorAkademie, grupos com os quais realizou turnês na China, Coreia do Sul, Dinamarca, Eslováquia e Itália. Participou ainda como cantora e solista do Arcadia Ensemble, grupo vocal de Berlim e, em Belo Horizonte, integrou tanto o Ars Nova, o premiado e histórico coral da UFMG, quanto o Coral Lírico de Minas Gerais, conjunto com o qual também atuou como solista.

Apaixonada pelo trabalho camerístico, foi membro fundador do Grupo Phrase, septeto vocal a cappella dedicado ao repertório do jazz, da música pop e da MPB. Integrou ainda o Grupo Vocal Libertas, com o qual se apresentou no prêmio Prelúdio, promovido pela TV Cultura, e A Liga Dura. Com Daniel Grajew, faz parte do Duo Soma e mantém o Duo Retratos da Canção com o violonista Anderson Reis, com quem também desenvolve o projeto de pesquisa intitulado Retratos da Canção Brasileira.

Participou do Festival de Inverno de Campos de Jordão e, no Chile, frequentou a Academia Internacional Teatro del Lago, onde interpretou a Paixão Segundo São João BWV 245, de J. S. Bach, sob a batuta de Helmuth Rilling. Nesses e em outros eventos, fez masterclasses com a soprano argentina especializada em música antiga María Cristina Kiehr, com o professor de música e diretor de ópera alemão Gerd Uecker, com a soprano alemã Susanne Bernhard, com o baixo alemão Thomas Thomaschke e com a mezzo soprano búlgara Vesselina Kasarova. Também colaborou com prestigiosos regentes, como Hans-Christoph Rademann, Joshard Daus e Rolf Beck.

É professora do Centro Musical Adorarte e, em seu mestrado na alemanha, pesquisou a canção A Fada Negra, de Glauco Velásquez. Das diversas memórias com o Coro da Osesp, a mais marcante ainda permanece sendo a de seu primeiro ensaio com o grupo e da emoção que sentiu ao ouvir a sonoridade daquele conjunto.

Outros músicos