Nenhum resultado foi encontrado.
Confira os termos da sua busca e tente novamente.


Abaixo, alguns dos itens mais buscados:

Ops! Parece que algo saiu errado.
Ocorreu um erro ao fazer a busca.
Por favor, tente novamente em alguns instantes.
Mais buscados
Fundo rosa com um degradê amarelo no centro, remetendo ao Sol. No lado esquerdo está escrito "Osesp duas e trinta".

Voltar

Osesp duas e trinta: 30 anos do Coro da Osesp

Compartilhar
corpo artístico
Celso Antunes
regente
Local: Sala São Paulo
Transmissão às 20h30:
Data: sex., 6 de setembro de 2024
Horário: 14:30
Duração: 69 min.
Preço: R$ 39,60 a R$ 39,60
Adicionar ao calendário

Programa

HEITOR VILLA-LOBOS Vidapura: Gloria IGOR STRAVINSKY Missa, K077 ANTON BRUCKNER Missa nº 2 em mi menor, WAB 27

2024 é um ano de muitas efemérides para a Osesp. Além dos 70 anos da Orquestra e dos 25 anos da Sala São Paulo, também o Coro da Osesp comemora seus 30 anos de fundação: em 1994, era criado o Coral Sinfônico do Estado de São Paulo. Neste programa especial, em que é acompanhado pela Orquestra Acadêmica da Osesp, o Coro relembra seu concerto de estreia, no qual interpretou a Missa em mi menor de Anton Bruckner no Memorial da América Latina, com a Banda Sinfônica do Estado de São Paulo e a regente Mônica Meira Vasques. A obra foi escrita em 1866 para coro misto a oito vozes e quinze instrumentos de sopro.

Antes da Missa de Bruckner, que encerra o concerto comemorativo, o Coro interpreta dois autores do século XX. Do brasileiro Heitor Villa-Lobos teremos o Glória da missa Vidapura, composta em 1919 no Rio de Janeiro e que pouco depois de escrita foi ouvida no Rio [1922], em São Paulo [1925] e em Paris [1930], durante a segunda estadia do compositor nesta cidade. Já de Igor Stravinsky, russo que foi uma das mais impactantes personalidades musicais do século XX, influenciando a obra de diversos compositores, incluindo Villa-Lobos, ouviremos a Missa, K077. Escrita entre 1944 e 1948, a obra estreou em Milão com Ernest Ansermet regendo integrantes do coro e da orquestra do Teatro alla Scala.

Para dirigir este programa comemorativo, convidamos um velho amigo: o maestro Celso Antunes, professor de regência coral da Haute École de Musique de Genève e que entre 2011 e 2016 ocupou o posto de regente associado da Osesp.