Nenhum resultado foi encontrado.
Confira os termos da sua busca e tente novamente.


Abaixo, alguns dos itens mais buscados:

Ops! Parece que algo saiu errado.
Ocorreu um erro ao fazer a busca.
Por favor, tente novamente em alguns instantes.
Mais buscados
A imagem mostra um trompete dourado, instrumento de metal, sendo tocado por um músico..

Voltar

De Prokofiev a Bernstein

Compartilhar
Local: Sala São Paulo
Data: dom., 1 de dezembro de 2024
Horário: 18:00
Duração: 60 min.
Preço: R$ 39,60 a R$ 132,00
Adicionar ao calendário

Programa

PETER APPS OBOÉ OVANIR BUOSI CLARINETE MATTHEW THORPE VIOLINO SARAH NASCIMENTO VIOLA PEDRO GADELHA CONTRABAIXO

SERGEI PROKOFIEV Quinteto em si menor, Op. 39 CHRISTOPHER GOUGH Four Arabesques

ANTONIO CARLOS LOPES JR. TROMPETE MARCOS MOTTA TROMPETE LUIZ GARCIA TROMPA WAGNER POLISTCHUK TROMBONE FILIPE QUEIRÓS TUBA

VICTOR EWALD Quinteto nº 1, Op. 5 LEONARD BERNSTEIN West Side Story [Arranjo de Jack Gale]

Com a curiosa formação de clarinete, oboé, violino, viola e contrabaixo, o Quinteto nº 1 foi escrito por Sergei Prokofiev em 1924, quando ele vivia em Paris. A peça, inspirada na vida circense, é uma das partituras mais radicais do compositor russo, repleta de harmonias dissonantes e ritmos irregulares. O Quinteto em si menor abre o último concerto da temporada de câmara, toda feita por músicos da Osesp. O mesmo conjunto de instrumentistas também interpreta Four Arabesques, do jovem compositor britânico Christopher Gough, que desde 2016 atua como trompa principal da Royal Scottish National Orchestra. Paralelamente, Gough é um procurado compositor e arranjador, atuando principalmente em trilhas sonoras para cinema, televisão e videogames.

Na segunda parte, cordas e madeiras são substituídas pelo quinteto de metais. Uma das obras mais conhecidas para essa formação é o Quinteto nº 1, do russo Victor Ewald, cuja música exibe o maior virtuosismo e homogeneidade que passava a ser possível com o desenvolvimento do design e da fabricação de instrumentos de metais na segunda metade do século XIX. O concerto se encerra com um arranjo do trombonista de jazz Jack Gale para trechos do musical West Side Story, de Leonard Bernstein.