Nenhum resultado foi encontrado.
Confira os termos da sua busca e tente novamente.


Abaixo, alguns dos itens mais buscados:

Ops! Parece que algo saiu errado.
Ocorreu um erro ao fazer a busca.
Por favor, tente novamente em alguns instantes.
Mais buscados

Integrante da Osesp desde: 03 de julho de 2008. **Obra favorita: **Sinfonia nº 6 em má menor — Trágica, de Gustav Mahler.

Natural de São Paulo, o violinista Leandro Dias iniciou seus estudos aos 7 anos de idade com seu pai, o trompetista Agnaldo Dias, e com o violinista César Rodrigues, na Congregação Cristã no Brasil. Aos 12 anos, ingressou na Universidade Livre de Música, atual EMESP Tom Jobim, onde permaneceu por 5 anos, sob orientação de Jean Reis e Ênio Antunes. Em meados de 2002, passou a fazer aulas particulares com Igor Sarudiansky e, em 2006, integrou a primeira turma da Academia de Música da Osesp, sob orientação de Cláudio Cruz, formando-se em 2008. Atualmente, prossegue seus estudos sob orientação de Cláudio Cruz.

Foi integrante da Orquestra Jovem do Estado de São Paulo, da Orquestra Experimental de Repertório (OER), da Orquestra Sinfônica de Santo André (OSSA) e da Orquestra Filarmônica de São Caetano do Sul. Como solista, apresentou-se à frente da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto (OSRP) e da Orquestra Antunes Câmara.

Frequentou por duas vezes o Festival de Inverno de Campos do Jordão e esteve no Curso Internacional de Verão de Brasília (CIVEBRA) e do Campos dos Goytacazes. Fez masterclasses com o canadense James Ehnes, o israelense Vadim Gluzman e o russo Boris Belkin.

Das muitas memórias com a Osesp, lembra-se com emoção de sua primeira turnê com o grupo, em 2008, quando a Orquestra fez sua segunda turnê pelo Brasil, sob regência de John Neschling, realizando 16 apresentações em 12 cidades.

De 2012 até 2018, jogou tênis, momento da sua rotina em que relaxava e acalmava sua mente.

Outros músicos