PRAÇA JÚLIO PRESTES, Nº 16
01218 020 | SÃO PAULO - SP
+55 11 3367 9500
NOTÍCIAS






 
INAUGURAÇÃO DA SALA ALMEIDA PRADO NO COMPLEXO CULTURAL JÚLIO PRESTES
26/jun/2017

No último sábado [24/junho], aconteceu a inauguração oficial da Sala Almeida Prado, o mais novo espaço de palestras e eventos do Complexo Cultural Júlio Prestes – conjunto que abriga, entre outras, a Sala São Paulo.

 

O novo espaço passa a ser o endereço oficial do "Falando de Música" - palestra que antecede os concertos da Osesp.

 

Almeida Prado [1943 – 2010] nasceu em Santos e estudou com Camargo Guarnieri, Osvaldo Lacerda, Olivier Messiaen e Nadia Boulanger. Dono de um catálogo que inclui mais de 500 composições, teve suas obras editadas na Alemanha e no Brasil.

Com a inauguração desta sala, o compositor se junta a um grupo de importantes nomes da música clássica brasileira que também foram homenageados em outros espaços do Complexo, como Villa-Lobos, Camargo Guarnieri e Carlos Gomes.

 
OSESP APRESENTA PROGRAMA FRANCÊS COM OBRAS DE IBERT, RAVEL E DEBUSSY
30/mai/2017

Nos dias 1º, 2 e 3 de junho, a Osesp se apresentará pela primeira vez sob a regência de Enrique Mazzola, diretor musical da Orchestre National d’Ile de France desde 2012.


O programa inicia com Bacanal, de Jacques Ibert, seguido do Concerto para Piano em Sol Maior, de Maurice Ravel, que contará com a participação do pianista Louis Lortie.


Na segunda parte da apresentação, a Osesp interpretará Images, de Claude Debussy, cujos três movimentos seguirão uma ordem especial para estes concertos, a pedido do próprio maestro. A Orquestra interpretará o primeiro movimento da obra (Gigas), seguido pelo terceiro (Rondas de Primavera), e finalizará com o segundo movimento (Iberia).

 

Confira mais informações sobre o programa aqui.

 
NEIL THOMSON REGE O RÉQUIEM, OP. 48, DE FAURÉ, COM O CORO DA OSESP, COROS INFANTIL E ACADÊMICO DA OSESP E SOLISTAS CONVIDADOS
25/mai/2017

Nos dias 25, 26 e 27 de maio, o regente britânico Neil Thomson, titular da Orquestra Filarmônica de Goiás, estará à frente da Osesp em programa com obras de Unsuk Chin e Gabriel Fauré.
 
O programa inicia com o Concerto Para Violino, de Unsuk Chin, compositora visitante da Temporada Osesp 2017. Viviane Hagner é a solista convidada.
 
Na segunda parte, a Orquestra, o Coro da Osesp, os Coros Infantil e Acadêmico da Osesp e os solistas Marília Vargas (soprano) e Homero Velho (barítono) interpretam o Réquiem, Op. 48, do compositor francês Gabriel Fauré.

 

Confira mais informações sobre o programa aqui.

 
COMUNICADO OFICIAL | CANCELAMENTO DE SOLISTA
24/abr/2017

Por problemas de saúde, foi cancelada a participação como solista de Ilia Laporev, chefe do naipe dos violoncelos da Osesp, no programa dos dias 4, 5 e 6 de maio. As apresentações, que serão regidas pelo maestro brasileiro e titular da Filarmônica de Minas Gerais, Fabio Mechetti, agora trazem a "Sinfonia nº 2", de Tchaikovsky, além de "Quadros de Uma Exposição", de Mussorgsky, em rara versão orquestrada por Francisco Mignone.


Confira a programação atualizada aqui.

 
COMUNICADO OFICIAL | ALTERAÇÃO DE REGENTE
12/abr/2017

Informamos que, por problemas de saúde, a regente titular e diretora musical da Osesp Marin Alsop não estará à frente da Orquestra nos concertos de maio. As apresentações dos dias 4, 5 e 6 serão regidas pelo maestro brasileiro e titular da Filarmônica de Minas Gerais, Fabio Mechetti; as dos dias 11, 12 e 13, pelo estoniano Arvo Volmer, titular da Orquestra Haydn de Bolzano (que retorna à Osesp depois do sucesso de seus programas em março deste ano); e as dos dias 18, 19 e 20, pela regente em residência, Valentina Peleggi.


Confira aqui a programação atualizada.

 
SELO DIGITAL OSESP LANÇA MAIS UM TÍTULO
05/abr/2017

Acaba de sair mais um título do Selo Digital Osesp: regida por Arvo Volmer, a Orquestra do Festival de Campos do Jordão toca a Sinfonia Fantástica, de Berlioz.

 

O CD foi gravado em 2016, na 47º edição do Festival, administrado pela Fundação Osesp. Formada por mais de uma centena de bolsistas, de diversos países - Argentina, Espanha, Colômbia e Estados Unidos, entre outros, sem falar no Brasil – a cada ano a Orquestra tem se superado em repertórios desafiadores, sob a regência de grandes maestros convidados.

 

Já com 16 lançamentos, o Selo Digital Osesp disponibiliza gravações do acervo da Fundação Osesp em arquivos permanentemente acessíveis no site da Osesp.

 

Confira aqui e faça o download da discografia completa já lançada, incluindo Orquestra do Festival de Campos do Jordão 2016 – Volume 1: Sinfonia n. 4, de Tchaikovsky, sob a regência de Giancarlo Guerrero.  

 
OSESP FAZ SEGUNDA TRANSMISSÃO AO VIVO EM REALIDADE VIRTUAL
16/mar/2017

No próximo sábado [18/mar], a Orquestra fará sua segunda transmissão de concerto em realidade virtual, ao vivo, em parceria com a Panograma, empresa que tem como sócio o produtor musical João Marcello Bôscoli.

 

Desde que haja conexão com a internet, será possível assistir ao concerto em 360º (com o cursor ou com o touch), de qualquer lugar do planeta, pelo canal do YouTube da Osesp.

 

Com os óculos headset – equipamento apropriado para conteúdos em realidade virtual – será possível ter a sensação de assistir ao concerto, de forma imersiva, diretamente do palco da Sala São Paulo.

 

O concerto será às 16h30 e o sinal já estará aberto alguns minutos antes do início. A Orquestra tocará a Sinfonia nº 6 em Lá Menor – Trágica, de Gustav Mahler, sob a regência de Marin Alsop.

 
CONHEÇA OS VENCEDORES DO CONCURSO JOVENS SOLISTAS DA OSESP!
13/mar/2017

As audições da edição 2017 do Concurso Jovens Solistas da Osesp aconteceram na tarde desta segunda-feira, 13 de março, na Sala São Paulo.

 

Em evento aberto ao público, os candidatos foram avaliados por uma banca examinadora composta por Marin Alsop, Diretora Musical e Regente Titular; Arthur Nestrovski, Diretor Artístico; Emmanuele Baldini, Spalla; uma Comissão Artística da Orquestra, formada pelos músicos Horacio Schaefer, Claudia Ribeiro Do Nascimento e Ricardo Bologna; Valentina Peleggi, Regente em Residência; e Sonia Muniz, membro da Fundação Eleazar de Carvalho.

 

O repertório foi escolhido pelos candidatos e cada um dos cinco selecionados será solista em um concerto matinal ao longo da Temporada 2017. São eles:

 

Bogdan Hudzelaits – Violino
Layla Kohler Baratto – Oboé
Luiz Fernando Moita Venturelli de Souza – Violoncelo
Sarah Nojosa Barboza – Violino
Thiago Ricardo de Araujo – Trompete

 
OSESP FAZ CONCERTO ESPECIAL EM HOMENAGEM AO DIA INTERNACIONAL DA MULHER COM TRANSMISSÃO DIGITAL AO VIVO
08/mar/2017

No dia 08 de março, às 21h, a Osesp fará um concerto especial em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Valentina Peleggi regerá o Coro da Osesp, que cantará a cappella obras de três compositoras de diferentes períodos: Maddalena Casulana (Renascimento), Roxanna Panufnik (Contemporâneo) e Lili Boulanger (Moderno). Logo após, Marin Alsop rege a “Sinfonia nº 9 em ré menor, Op. 125 - Coral” de Beethoven, com o Coro da Osesp, Coro Acadêmico da Osesp, Coral Lírico Pauista, e solos de Camila Titinger (soprano), Luísa Francesconi (mezzo soprano), Paulo Mandarino (tenor) e Leonardo Neiva (barítono).

 

O concerto será transmitido ao vivo e gratuitamente, direto da Sala São Paulo, a partir das 20h45, simultaneamente pelo site da Osesp, pela TV UOL e também pelo Facebook e pelo YouTube da Osesp. Os espectadores poderão acompanhar toda a movimentação da Sala em tempo real e assistir conteúdos especiais sobre o programa.

 

O Concerto Digital Osesp tem patrocínio do Itaú Personnalité e apoio de Exceda e UOL.

 
ENSAIO EM HOMENAGEM AO DIA INTERNACIONAL DA MULHER - ELAS ORQUESTRAIS: VIVA AZAMIGA!
08/mar/2017

Por Heloísa Fischer, especialmente para o concerto que a Osesp fará esta noite [8/mar] em homenagem ao Dia Internacional da Mulher.

 

Respeita as mina (sic). A revolução será feminista ou não será. Women do it better. Leio estas frases todos os dias, ao cruzar a pequena rua sem saída onde moro. As primeiras ocupam lados opostos do mesmo poste. A frase em inglês está na sala de um apartamento térreo, em cartolina rosa. “Há uma ativista na vizinhança”, talvez você pense.


Mas não. Cada frase surgiu em separado, ao longo do tempo. São lembretes urbanos de um grande avanço social. A discussão sobre o lugar da mulher está na ordem do dia, todos os dias, de forma visível, vigorosa e assertiva.

 

Leia o texto na íntegra aqui.